Setup Menus in Admin Panel

Assine este contrato de 15 cláusulas com seu cônjuge e seu relacionamento será à prova de balas

Quem disse que a convivência seria fácil? Quando nos casamos ou vamos morar com nosso parceiro, há uma série de compromissos que adotamos de forma intrínseca. Contudo, algumas vezes, para estabelecer diretrizes claras de convivência e respeito, é necessário deixar claros certos limites e direitos para que cada um respeite o outro totalmente.

O psiquiatra e escritor argentino, Jorge Bucay, escreveu um “contrato conjugal ” onde estabelece uma série de cláusulas para que os membros de um casal fortaleçam sua união por meio de acordos simples.

Siga ao pé da letra este contrato de 15 pontos ou cláusulas para fortalecer seu relacionamento por toda a vida.

1. Definição

Procura-se entender, neste primeiro ponto, que o casamento é um compromisso afetivo, espiritual e social entre duas pessoas que se amam, e que foi pensado para projetar sua vida, além de compartilhá-la e desfrutá-la de forma saudável.

2. Duração

Quando for um casamento, o contrato é firmado por toda a vida, mas deve ser renovado de tempos em tempos e os termos devem ser renegociados. Se não houver acordo para um novo contrato, este convênio irá expirar.

3. Propriedade

Nesse ponto, ambos os cônjuges concordam em não considerar o outro como parte de sua propriedade. Dizer “minha” esposa,” meu “marido ou “meu” parceiro são apenas termos coloquiais que não implicam nenhum autocontrole.

4. Vida em comum

Vocês formam um casal. Decidiram morar juntos, o que quer dizer que vão conviver a maior parte do tempo. As tarefas domésticas serão compartilhadas, especialmente se os dois trabalharem fora. Ambos abster-se-ão de repreender o cônjuge, embora cada um possa, de forma sutil e amorosa, lembrar o outro de suas responsabilidades.

5. Dinheiro

Um dos pontos mais controversos nos casamentos é a administração do dinheiro. Nesse ponto, o casal concorda em compartilhar a mesma responsabilidade pelas despesas. Cada um deve manter sua conta bancária individual, e é necessário abrir uma conta conjunta para projetos em comum. Se, na divisão de tarefas, um dos dois gerar mais dinheiro do que o outro, a renda será compartilhada de qualquer maneira, cada um dispondo do dinheiro que precisa. Ambos evitarão dizer ao outro como e com o que o dinheiro deve ser gasto.

6- Disputas

Entre todos os casais e em todos os casamentos casamentos há divergências e discussões, pois estamos falando de dois sujeitos individuais. Neste ponto, o casal se compromete em encontrar o tempo necessário para chegar a um acordo. Se for necessária uma decisão urgente, será dada prioridade à decisão do mais capacitado ou idôneo no assunto e, para isso, todos os vestígios de orgulho terão que ser removidos.

7 – Brigas

As brigas geralmente são frequentes após uma discussão ou desacordo. Nesse ponto, deve-se lembrar que as partes concordam em discutir sem desrespeitar um ao outro, seja psíquica ou fisicamente.

8 – Comunicação

Abrir-se o diálogo diariamente é um dos maiores compromissos do casal. Devem fazer um esforço para conversar um com o outro, mesmo que estejam com raiva. Da mesma forma, eles devem sempre comunicar o que pensam sem guardar ressentimentos.

9 – Privacidade

Em qualquer casamento saudável, a sexualidade do casal é regulada pelo desejo de ambos. O casal concorda em nunca se sentir obrigado a satisfazer os desejos do outro a não ser que isso satisfaça seus próprios desejos.

10 – Lealdade

Neste ponto, o autor deste contrato conjugal afirma que o casal é livre para manter ou não a fidelidade. No entanto, eu pessoalmente acredito que, para um relacionamento saudável onde o amor prevaleça, a fidelidade deve ser um compromisso de ambos. Qualquer que seja a opção, direitos e obrigações serão idênticos para os dois.

11 – Crianças

Se os dois quiserem ter filhos, esse desejo será seguido. Mas se um dos dois não quer ter filhos em determinado momento, ele não devem se sentir obrigado, e ambos, nesse caso, devem ter responsabilidade na hora de evitar uma gravidez indesejada.

12 – Famílias

Cada um terá os relacionamentos que considerar apropriados com sua família de origem e aceitará a atitude que o outro tem com eles. Isso incluirá o direito de todos de não quererem ser pressionados pelos sogros.

13 – Amigos

Para que o casal preserve e tenha suas liberdades individuais, é importante que cada um mantenha seus amigos. Não é necessário incluir os próprios amigos na relação, a menos que isso ocorra com o tempo e ambos concordem.

14 – Controle

Cada um deve renunciar expressamente a exercer controle sobre o tempo, a aparência, o corpo, os gostos e o modo de agir do outro. Cada um será responsável por suas ações e pelas ações decididas em conjunto, mas não pelas decisões individuais do outro.

15 – Divórcio

Se depois de esgotar todos os recursos, um dos dois quer o divórcio, o outro não deve se opor. Se houver crianças envolvidas, elas devem se comprometer a fazer todo o possível para salvar o casamento. Em relação aos bens, é acordado que tudo o que for adquirido durante a vida em comum será dividido, e tudo o que for pessoal ficará com a respectiva pessoa.

Este acordo escrito por Bucay foi usado por muitos casais para estabelecer um compromisso claro e preciso. Embora não tenha nenhum tipo de interferência no âmbito legal, é um bom aliado quando se trata de esclarecer as coisas na relação. Quando as coisas estão claras desde o início e tudo é falado e comunicado, há menos chances de reclamações e mal-entendidos. Cada casal pode fazer as alterações que considerar necessárias, desde que sirva para fortalecer o relacionamento e torná-lo à prova de balas.

Traduzido e adaptado por Erika Strassburger, do original Firma este contrato de 15 puntos con tu pareja y tu relación será a prueba de balas

The post Assine este contrato de 15 cláusulas com seu cônjuge e seu relacionamento será à prova de balas appeared first on Familia.

Print Friendly, PDF & Email

0 responses on "Assine este contrato de 15 cláusulas com seu cônjuge e seu relacionamento será à prova de balas"

Deixe uma resposta

Instituto Gamaliel © ITG . All rights reserved.

Setup Menus in Admin Panel

Pular para a barra de ferramentas