Curso de Presbítero

by @prflavionunes
Curso de Presbítero

O curso de Presbítero desenvolvido pelo ITG qualifica as funções a serem desenvolvidas pelos presbíteros, aborda temas para estabelecer a postura ministerial, ética e social do Obreiro. O ITG desenvolve estratégias de crescimento Ministerial e Espiritual dentro da Igreja, aborda temas que auxiliam no crescimento Ministerial de acordo com os conceitos Bíblicos.

Com um conteúdo teológico amplo e sólido, o curso para Presbíteros capacita você obreiro para atender as necessidades de seu ministério, além de satisfazer dúvidas concernentes à Palavra de Deus. Estude um curso que atenderá seus anseios ministeriais e espirituais, um projeto que mudará a sua história de vida, estude no tempo máximo de 90 dias e comece a entender sobre o melhor de Deus em sua vida.

 Para Quem é indicado?

 Desenvolvido para o melhor desempenho do Obreiro, o curso é indicado para Membros, Diáconos e Presbíteros e todos os estudiosos que estão preocupados em adquirir conhecimento e crescimento ministerial.

Aqueles que não receberam uma chamada específica para um determinado ministério, o curso abrange os conhecimentos Ministeriais e Éticos voltados para a sociedade, desde que, se preocupem pelo aprendizado da Bíblia e estão prontos para aprender de forma intensa e argumentativa a Palavra de Deus.

 Duração do Curso

 A duração do curso depende somente da dedicação e esforço do seminarista, podendo ser concluído em média de 90 dias. O tempo necessário para o término do curso depende da performance dos alunos em relação ao estudo, o exemplo de ensino à distância adotado pelo ITG é o único do país que garante flexibilidade aos alunos, podendo escolher livremente os horários e os locais de estudo.

 Métodos de Educação Teológica

 O modelo de Ensino do Instituto Teológico Gamaliel é flexível, pois o aluno faz o curso individualmente ou em pequenos grupos de estudo, ao realizar o pagamento e a matrícula, você estará recebendo todo o material em sua casa para início dos estudos, em anexo ao material, serão enviados os cadernos de provas, todo o material foi elaborado pelo Instituto Teológico Gamaliel, e ainda, são utilizadas práticas de ensino com a coerência da concessão e informação para as disciplinas, disponibilizando contato com professores graduados para o resultado teológico do aluno.

CONSAGRAÇÃO

O certificado emitido comprova que o aluno adquiriu conhecimento suficiente para compreender o ofício de Presbítero, porém, o certificado por si só não o torna Presbítero.

A consagração a diácono fica a critério de Igreja e/ou ministério, onde o aluno congrega.

Abaixo, modelo do certificado emitido para os concluintes do curso de Presbítero:

 

De R$ 249,00 por apenas R$ 179,00

 

Faça seu pagamento com seu CARTÃO DE CRÉDITO usando PAGSEGURO, PAYPAL OU MERCADO PAGO :

Desconto de 10% para pagamentos por meio de depósito bancário
Depósito em Conta Corrente:

Após a escolha do curso que deseja realizar, mande-nos um e-mail para [email protected] com o comprovante do pagamento. Não nos responsabilizamos por pagamentos, em especial, depósitos efetuados e não comunicados.

Clique ou arraste um arquivo para esta área para fazer upload.

ITG – Instituto Teológico Gamaliel /Brasil
CNPJ 11.501.786/0001-47
Gamaliel Institute Inc / Florida – USAP19000054722
Registro no IRS – Receita Federal USA 32-0605852
“Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em boa ordem as coisas que ainda restam, e de cidade em cidade estabelecesses presbíteros, como já te mandei:” (Tito 1.5).

A recapitulação é uma característica indispensável em uma carta. Ser deixado em uma localidade, no caso concreto, significa que o apóstolo Paulo comissionou o seu filho na fé, Tito, ao estabelece-lo como liderança da comunidade cristã em Creta.

Quando o apóstolo Paulo deixou a ilha de Creta, ainda faltava concluir algumas questões, e Tito foi incumbido de organizar o que ainda restava, e quando partisse, de cidade em cidade deveria estabelecer presbíteros.

O termo grego πρεσβυτέρους (presbuteros), traduzido por presbítero, ao ser utilizado à época pelo apóstolo Paulo não possuía a conotação que hoje atribuímos ao termo do ponto de vista de uma ordem eclesiástica.

O termo grego está associado a ideia de ‘homem velho’, ‘ancião’[2], vez que, nas sociedades antigas a liderança das assembleias era presidida por pessoas de maior idade, porém, não é essa a ideia que o apóstolo Paulo procurou evidenciar, que as comunidades cristãos precisavam de líderes de idade mais avançada.

O apóstolo dos gentios também não estava se apoiando nas regras judaicas ao estabelecer líderes: selecionar líderes entre os anciões. Semelhantemente, o apóstolo não tinha por base a ideia de que com os anciões é que estava o conhecimento ou a sabedoria, como bem aferiu Eliú (Jó 32.4-9).

Com o termo πρεσβυτέρους, o apóstolo só estava recomendando que se estabelecesse uma liderança, e a idade não era um quesito a se considerar, pois Timóteo é prova de que mesmo um jovem poderia ser esse líder. Embora o termo πρεσβυτέρους tenha no seu bojo a ideia de um líder ancião, com relação a comunidade cristã essa questão não deve ser levada em consideração.

“Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.” (1 Timóteo 4.12).

O apóstolo já havia prescrito a Tito o dever de estabelecer líderes nas comunidades cristãs, e reitera essa ordem através dessa epístola.

Chat Aberto
Posso lhe ajudar?