Denúncia de maus tratos do romancista Amos Oz à sua filha abala Israel

by @prflavionunes

“Durante minha infância, meu pai me bateu, me insultou e me humilhou.” A autobiografia da escritora de literatura infantil Galia Oz gerou um forte incômodo em Israel, onde a memória do romancista Amos Oz, morto há pouco mais de dois anos em decorrência de um câncer, é preservada como uma glória nacional com projeção universal e ícone da esquerda pacifista. As acusações, contidas nas páginas do livro Algo disfarçado de amor, não são menores. “Não era uma perda passageira de controle, ne…

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

Chat Aberto
Posso lhe ajudar?