Dois anos depois, ‘caso dos 80 tiros’ segue sem solução. “É desesperador”, diz viúva de músico fuzilado pelo Exército

by @prflavionunes

Na noite de domingo, 4 de abril, Luciana Nogueira estava ansiosa perto do seu celular. Faltavam três dias para o segundo aniversário desde o assassinato que chocou o Brasil, quando seu esposo foi morto por 9 dos mais de 80 tiros de fuzil disparados por militares no Rio de Janeiro, e nenhum jornalista havia pedido uma entrevista sobre o caso. “Ninguém me procurou para falar nada”, escreveu pelo WhatsApp. “O esquecimento é minha preocupação”.

Seguir leyendo

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

Chat Aberto
Posso lhe ajudar?
%d blogueiros gostam disto: