Setup Menus in Admin Panel

Ex-sambista: “Encontrei Jesus no sambódromo”

O ex-sambista Willian Batista é a prova de que evangelismo no carnaval dá certo. Do estilo “vida loka” a pastor: “larguei a bebida, a droga e a palavra de Deus entrou no meu coração”, diz

É possível ganhar pessoas para Jesus no carnaval. O ex-sambista Willian Batista é um exemplo. Em 2008, em um trabalho de evangelismo realizado no carnaval que ele teve um encontro com Jesus, e virou pastor.

Ele usa da mesma estratégia com a qual foi alcançado para evangelizar pessoas no carnaval.

Evangelizando no carnaval

Em entrevista ao UOL, Willian relatou que tinha afundado o nariz no pó [cocaína] e entornado quantidades industriais de cerveja e uísque. Aos 25 anos, era compositor na cena do samba e do pagode paulistano.

Willian diz que estava sob o estilo “vida loka” e assim foi ao desfile das escolas de samba de São Paulo daquele ano, quando foi abordado por um grupo de cristãos que estava evangelizando no Carnaval. E foi com desdém que aceitou falar com o grupo, que pedia para dizer umas palavras antes de entrar no sambódromo.

“Aquelas palavras entraram por um ouvido e saíram rápido pelo outro. Eu estava doidão, sem condições de entender qualquer recado. Logo falei que minha escola ia desfilar e fui embora”, lembra.

Willian disse que “uma jovem, a que menos falou, a mais tímida, me seguiu e disse: ‘Deus tem uma obra para você!’”. Mas ele diz que “esse negócio de crente não pegava comigo porque meu negócio era samba, Carnaval e cheirar.”

A conversão

Willian conta que a frase da jovem martelou em sua cabeça durante o desfile e ele recusou o convite para a festa que haveria depois.

“Fui largando a bebida e a droga. Antes, vivia da noite e para a noite. Eu ganhava R$ 500 e chegava só com R$ 100 em casa. Deixei de frequentar a prostituição também. Minha vida nunca mais foi a mesma”, relata.

Bloco evangélico

Willian usa seu talento musical, especialmente focado no samba, para evangelizar. Atualmente ele participa de um bloco evangélico chamado “Ide”, que foi criado no ano passado em São Paulo.

O bloco se apresenta no bairro Rio Pequeno. Percorre algumas quadras com uma picape equipada com caixas de som e instrumentistas seguindo atrás. “Nossas músicas têm um teor cristão, hoje considerada música gospel. Sempre são mensagens bíblicas, temas relacionados a palavra de Deus”, explica a fundadora do Ide.

Print Friendly, PDF & Email

0 responses on "Ex-sambista: “Encontrei Jesus no sambódromo”"

Deixe uma resposta

Instituto Gamaliel © ITG . All rights reserved.

Setup Menus in Admin Panel

Pular para a barra de ferramentas