Setup Menus in Admin Panel

  • LOGIN
  • Nenhum produto no carrinho.

Justiça solta assassino confesso de pastor menos de um mês após prisão

PROPAGANDA

O assassino confesso de um pastor evangélico foi solto pela Justiça menos de um mês após sua prisão. A decisão revoltou a família da vítima, que pede que a decisão seja revista.

PROPAGANDA

O pastor Mackson da Silva Costa, 37 anos, foi assassinado no dia 11 de outubro por Saulo Pereira Nunes, após ir à casa do criminoso atendendo a um convite. O assassino enterrou o corpo do pastor no quintal da própria casa.

A decisão foi tomada pelo desembargador José Lopes Santos, que acatou o argumento do advogado de defesa do assassino, já que Nunes colaborou com as investigações e apontou o local onde o corpo do pastor foi enterrado.

O pastor foi atraído para a casa de Nunes através de mensagens de celular. O homem desconfiava que o líder evangélico mantinha um caso com sua esposa, já que numa das conversas entre os dois, havia menção a um encontro.

PROPAGANDA

“Revoltante. É revoltante, eu estou decepcionada. É muito triste ver uma pessoa que comete um crime desse, planejado, hediondo, que repercutiu e um homem desse está solto. Ele planejou tudo, meu filho morreu sem nenhuma defesa. Ele organizou, arquitetou para tirar a vida do meu filho e ainda enterrou no quintal dele e como se nada tivesse acontecido. Ele dormiu lá, foi buscar a esposa dele, entrou em casa como se nada tivesse acontecido. Um homem desse oferece grande perigo sim para todos porque eles fazem as coisas premeditadas”, disse Antônia Costa da Silva, mãe do pastor.

PROPAGANDA

Agora, a Justiça declarou na decisão liminar que não há indícios que Nunes pretenda fugir de São Luís (MA), e como ele não responde a outro crime, poderá aguardar o julgamento em liberdade, com monitoramento por tornozeleira eletrônica.

Além disso, a cada 30 dias, Nunes deve comparecer em juízo para informar suas atividades, e está proibido de se mudar de endereço. Ele também deverá ficar recolhido em casa entre 22h00 e 06h00 de segunda a sexta, e permanecer em sua residência o dia todo nos finais de semana.

Preso no dia 14 de outubro, Nunes foi soltou no último dia 06 de novembro, de acordo com informações do portal G1.

PROPAGANDA
Print Friendly, PDF & Email

0 responses on "Justiça solta assassino confesso de pastor menos de um mês após prisão"

Leave a Message

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instituto Gamaliel © ITG . All rights reserved.

Setup Menus in Admin Panel

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
X
X