Não fui votar no primeiro turno, posso votar no segundo? Tire as dúvidas sobre as eleições 2020

by @prflavionunes

Mais de 38 milhões de eleitores no Brasil estão aptos a votar neste domingo, 29 de novembro, no segundo turno das eleições municipais 2020. Ao todo, 57 cidades —incluindo 18 capitais estaduais— voltam às urnas para escolher quem ocupará as prefeituras. Macapá, capital do Amapá, teve o primeiro turno adiado para 6 de dezembro devido ao apagão que deixou o Estado por semanas no escuro. A votação ocorre em meio a uma aceleração no contágio do novo coronavírus e, devido à pandemia, algumas mudanças foram implantadas no processo —o uso de máscaras, por exemplo, é obrigatório. Veja abaixo as principais dúvidas e respostas sobre o pleito:

Siga a votação e a divulgação dos resultados, ao vivo

Qual o horário da votação? As seções eleitorais abrem às 7h e fecham às 17h (horário local, respeitando o fuso brasileiro). Pessoas com mais de 60 anos terão preferência para votar pela manhã, das 7h às 10h.

Onde vou votar? Consulte aqui a página do TSE para ver onde é seu local de votação.

Não fui votar no primeiro turno, posso votar no segundo? Sim. Cada turno é tratado como uma eleição independente pela Justiça Eleitoral. Isso significa que uma pessoa que não votou no primeiro turno não é proibida de ir às urnas no segundo, desde que seu título eleitoral esteja regular.

O que devo levar? Além de um documento com foto, em 2020 é obrigatório o uso de máscara nas seções. O título de eleitor não é obrigatório. As autoridades recomendam que os eleitores levem sua própria caneta para assinar o livro de registro, evitando assim contato com objetos de outras pessoas e minimizando as chances de contrair a covid-19. As seções terão álcool em gel disponível. A tradicional cola com os números dos candidatos (dois dígitos para prefeito) também é bem-vinda para agilizar o processo.

Estou fora do meu domicílio eleitoral, como posso justificar o voto? O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibiliza o aplicativo e-Título desde 2017 para telefones celulares. Com ele, o eleitor pode justificar virtualmente a ausência no dia, sem ter de ir a um local de votação. Além disso, a falta pode ser justificada em qualquer seção eleitoral no domingo.

Posso fazer o download do e-Título no dia da votação? O eleitor deverá baixar o app e fazer cadastro até 23:59 deste sábado, 28 de novembro, para evitar que o sistema do TSE sobrecarregue e voltem a ocorrer problemas como os reportados no 1º turno. Ainda que o aplicativo esteja disponível no domingo, o eleitor não conseguirá habilitá-lo para o uso. Para baixar o e-Título basta clicar neste link.

Para que serve o e-Título? O aplicativo do TSE permite ver o local de votação e justificar ausência. Eleitores que tenham foto disponível no app também pode usar o e-Título como documento digital oficial para votar.

Não consegui votar, como justifico a ausência depois da votação? No prazo de 60 dias depois de cada turno, é possível justificar comprovando o motivo da ausência apresentando um comprovante, como atestado médico ou bilhete de viagem, por exemplo. Isso pode ser feito em um cartório eleitoral, pelo aplicativo e-Título, ou pela internet, no Sistema Justifica, que funciona após a eleição.

Estou com sintomas da covid-19 ou tive a doença recentemente. Devo ir votar? Segundo a Justiça Eleitoral, o eleitor que teve covid-19 até 14 dias antes do dia do segundo turno não deve comparecer às urnas. Neste caso é importante ter um atestado médico informando o diagnóstico da doença para justificar a ausência seguindo os passos do item acima. Quem tiver febre alta também não deve ir votar.

Eu não fiz o cadastro biométrico. Poderei votar? Em função da pandemia a biometria não será obrigatória por questões sanitárias.

Quem é obrigado a votar? No Brasil, o voto é obrigatório para os eleitores maiores de 18 anos, sendo facultativo para os analfabetos e os maiores de 70 anos, e para jovens de 16 e 17 anos.

57 cidades definem a sucessão municipal no segundo turno

Quais cidades escolhem seus prefeitos no segundo turno? Em 2020, 57 cidades com mais de 200.000 habitantes realizam o segundo turno das eleições 2020.

Saiba quais são as 18 capitais onde haverá segundo turno no domingo, 29 de novembro, e os candidatos que concorrem

Conheça os outros 39 municípios em que acontece segundo turno:

  • Anápolis (GO): Roberto Naves (PP) e Antonio Gomide (PT) vão disputar o 2º turno.
  • Bauru (SP): Suéllen Rosim (Patriota) e Dr. Raul (DEM) disputam o 2º turno das eleições.
  • Blumenau (SC): Mário Hildebrandt (PODE) e João Paulo Kleinübing (DEM) disputam o 2º turno.
  • Campinas (SP): Dário Saadi, do Republicanos, e Rafa Zimbaldi, do PL, vão disputar o 2º turno.
  • Campos dos Goytacazes (RJ): Wladimir Garotinho, do PSD (sub judice), e Caio Vianna, do PDT, devem disputar o 2º turno.
  • Canoas (RS): Jairo Jorge, do PSD, e Luiz Carlos Busato, do PTB, vão disputar o 2º turno.
  • Cariacica (ES): Euclério Sampaio (DEM) e Célia Tavares (PT) vão disputar o 2º turno.
  • Caucaia (CE): Naumi Amorim (PSD) e Vitor Valim (Pros) vão disputar o 2º turno.
  • Caxias do Sul (RS): Pepe Vargas, do PT, e Adiló, do PSDB, vão disputar o 2º turno.
  • Contagem (MG): Marília (PT) e Felipe Saliba (DEM) vão disputar o 2º turno.
  • Diadema (SP): Filippi (PT) e Taka Yamauchi (PSD) vão disputar o 2º turno.
  • Feira de Santana (BA): Zé Neto (PT) e Colbert Martins (MDB) vão disputar o 2º turno.
  • Franca (SP): Flávia Lancha, do PSD, e Alexandre Ferreira, do MDB, vão disputar o 2º turno.
  • Governador Valadares (MG): André Merlo (PSDB) e Dr. Luciano (PSC) vão disputar o 2º turno.
  • Guarulhos (SP): Guti, do PSD, e Elói Pietá, do PT, vão disputar o 2º turno.
  • Joinville (SC): Darci de Matos (PSD) e Adriano Silva (NOVO) vão disputar o 2º turno.
  • Juiz de Fora (MG): Margarida Salomão, do PT, e Wilson Rezato, do PSB, vão disputar o 2° turno.
  • Limeira (SP): Mario Botion (PSD) e Murilo Félix (Podemos) vão disputar o 2º turno.
  • Mauá (SP): Átila Jacomussi (PSB) e Marcelo Oliveira (PT) vão disputar o 2º turno.
  • Mogi das Cruzes (SP): Marcus Melo (PSDB) e Caio Cunha (PODE) vão para o 2º turno.
  • Paulista (PE): Yves Ribeiro (MDB) e Francisco Padilha (PSB) vão disputar o 2º turno.
  • Pelotas (RS): Paula Mascarenhas, do PSDB, e Ivan Duarte, do PT, vão disputar o 2º turno.
  • Petrópolis (RJ): Rubens Bomtempo (PSB) e Bernardo Rossi (PL) vão disputar o 2º turno.
  • Piracicaba (SP): Barjas Negri, do PSDB, e Luciano Almeida, do DEM, vão disputar o 2º turno.
  • Ponta Grossa (PR): Mabel Canto, do PSC, e Professora Elizabeth, do PSD, vão disputar o 2º turno.
  • Praia Grande (SP): Raquel Chini (PSDB) e Danilo Morgado (PSL) disputam o 2º turno.
  • Ribeirão Preto (SP): Duarte Nogueira, do PSDB, e Suely Vilela, do PSB, vão disputar o 2º turno.
  • Santa Maria (RS): Sergio Cecchim, do PP, e Pozzobom, do PSDB, vão disputar o 2º turno.
  • Santarém (PA): o atual prefeito, Nélio Aguiar (DEM), vai disputar o 2º turno com a ex-prefeita Maria do Carmo (PT).
  • São Gonçalo (RJ): Dimas Gadelha, do PT, e Capitão Nelson, do Avante, vão disputar o 2º turno.
  • São João de Meriti (RJ): Dr. João, do DEM, e Leo Vieira, do PSC, vão disputar o 2º turno.
  • São Vicente (SP): Solange Freitas (PSDB) e Kayo Amado (PODE) disputam o 2º turno.
  • Serra (ES): Sergio Vidigal (PDT) e Fabio Duarte (Rede) vão disputar o 2º turno.
  • Sorocaba (SP): Rodrigo Manga (Republicanos) e Jaqueline Coutinho (PSL) disputam 2º turno.
  • Taboão da Serra (SP): Engenheiro Daniel (PSDB) e Aprigio (PODE) vão disputar o 2º turno.
  • Taubaté (SP): Saud, do MDB, e Loreny, do Cidadania, vão disputar o 2° turno.
  • Uberaba (MG): Elisa Araújo, do Solidariedade, e Tony Carlos, do PTB, vão disputar o 2º turno.
  • Vila Velha (ES): Arnadinho Borgo (Podemos) e Max Filho (PSDB) vão disputar o 2º turno.
  • Vitória da Conquista (BA): Zé Raimundo (PT) e Herzem Gusmão (MDB) vão disputar o 2º turno.

Onde e quando acompanhar os resultados? Os resultados começam a ser apurados assim que as urnas são fechadas, às 17h de domingo. O EL PAÍS fará a cobertura completa, em tempo real e ao vivo, ao longo de todo o domingo, com análises e repercussões. Além disso, o TSE disponibiliza um site e um aplicativo com os resultados no site.

Veja outras informações no site da Justiça Eleitoral.

Apoie a produção de notícias como esta. Assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$

Clique aqui

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta