Setup Menus in Admin Panel

“Sobrevivemos a Faraó, também sobreviveremos ao coronavírus”, diz Netanyahu

O primeiro-ministro invocou o Capítulo 4 do Livro de Deuteronômio e pediu aos israelenses que obedecessem: “Tenham cuidado” (Deuteronômio 4:15). Confira!

Nessa quarta-feira, o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu adotou medidas novas e mais restritivas para combater o COVID-19. Na quinta-feira à tarde, mais de 2.600 israelenses foram infectados e oito israelenses idosos com condições médicas pré-existentes morreram.

Na guerra contra o coronavírus, os postos de controle estão se tornando parte da vida dos israelenses. “Queremos que as pessoas fiquem em casa. Não queremos que as pessoas saiam a menos que seja absolutamente necessário. E, portanto, com base nas novas leis e ordens, as pessoas só poderão sair de suas casas até 100 metros”, disse o porta-voz da polícia israelense Micky Rosenfeld.

“Haverá bloqueios nas estradas. As pessoas só podem sair de suas casas para necessidades vitais, como supermercados, mercearias e tratamento e assistência médica, se necessário”, completou o porta-voz.

Novos Regulamentos

Os novos regulamentos proíbem: funcionários que vêm trabalhar com uma temperatura superior a 38 graus Celsius. E também proíbe todas as compras não essenciais e viagens a parques públicos e playgrounds. E sair de casa até 100 metros. Serão permitidas viagens ao supermercado, médicos e farmácias.

A polícia também fechou o icônico mercado ao ar livre de Jerusalém, Mahane Yehuda, e as autoridades muçulmanas fecharam o Monte do Templo indefinidamente. “Agora estou voltando para casa e não pretendo sair até que o governo diga que tudo ficará bem”, disse Niria Simantov, 38 anos, moradora de Jerusalém.

Fique em Casa

O primeiro-ministro Netanyahu invocou o Capítulo 4 do Livro de Deuteronômio e pediu aos israelenses que obedecessem: “Digo isso da forma mais clara possível: você deve ficar em casa! Fique em casa – fique vivo. O perigo está à espreita para todos … ‘Tenham bom cuidado.’ (Deuteronômio 4:15)”

Enquanto Israel luta contra a pandemia de coronavírus, parece improvável que o partido azul e branco de Benny Gantz aceite um governo de emergência nacional com Benjamin Netanyahu e seu partido Likud. Na quarta-feira, o presidente do Knesset Yuli Edelstein lançou uma bomba política quando se demitiu.

“Nosso povo precisa de um governo de unidade. Atualmente, quando uma epidemia nos ameaça de fora e a fenda nos rasga por dentro, todos temos que agir como seres humanos, todos devemos transcender, todos devemos unir”, Yuli Edelstein, disse o orador do Knesset.

Ex-Presidente do Parlamento israelita, Yuli Edekstein (Foto: © EPA/Adina Wallman)
Impasse Político 

Os críticos de Yuli Edelstein, que demitiu-se, afirmam que o presidente do Parlamento israelita demitiu-se para não organizar eleição para escolher um sucessor. Essas leis têm o apoio da Lista Conjunta Azul e Branca e Árabe, e que é a maioria do parlamento.

Com o impasse político de Israel permanece ininterrupto, Netanyahu reuniu a nação lembrando-lhes a história da Páscoa da Bíblia.

“O êxodo do Egito nos lembra que nosso povo suportou tempestades violentas. Isso dá força. Isso dá esperança. Sobrevivemos ao faraó e, embora a batalha seja difícil e intransigente, também sobreviveremos à coroa, com a ajuda de Deus e com os seus, cidadãos de Israel”, disse Benjamin.

*Da Redação, com informações da CBN News.

Print Friendly, PDF & Email

0 responses on "“Sobrevivemos a Faraó, também sobreviveremos ao coronavírus”, diz Netanyahu"

Deixe uma resposta

Instituto Gamaliel © ITG . All rights reserved.

Setup Menus in Admin Panel

Pular para a barra de ferramentas