Vitória de Lasso no Equador abre uma transição com demandas sociais urgentes

by @prflavionunes

O Equador amanheceu na segunda-feira sem ressaca política. Como qualquer início de semana. Sem triunfalismo pelo lado de Guillermo Lasso e sem polêmica pela derrota nas urnas de Andrés Arauz. O candidato apadrinhado por Rafael Correa admitiu a derrota ―ainda que tenha preferido a palavra tropeço―, cumprimentou Lasso e pediu a ele que não ocorra perseguição. Ficam para trás as longuíssimas jornadas eleitorais onde as alusões à fraude e à necessidade de ter uma recontagem alongam durante dias a proclamação de resultados oficiais. O Conselho Nacional Eleitoral fará o seu na quinta-feira, mas enquanto isso, os equatorianos se acostumaram à notícia de que o político conservador do Movimento CREO e o Partido Social Cristão (PSC) será seu próximo governante ao obter 52,48% dos votos contra 47,52% de Arauz.

Seguir leyendo

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

Chat Aberto
Posso lhe ajudar?
%d blogueiros gostam disto: